recortes

Há Boas Almas em Sé-Chuão?

A Companhia de Teatro de Almada estreou na sexta-feira, a peça "A Boa Alma de Sé-Chuão" de Bertolt Brecht.

José Carlos Barreto in TSF – Fila J, 22 Out 2018

Música! É uma peça com muita música, ou não fosse Brecht que estamos a ver, música original para esta peça, tocada ao vivo, ou como refere Rita Cabaço, a mulher protagonista que também é o homem protagonista, um verdadeiro concerto de rock. O alemão Peter Kleinert encena esta peça mantendo o essencial do texto, todas as personagens, começando por esta mulher que aloja os três deuses que procuram uma boa alma, é a primeira personagem de Rita Cabaço que encarna também o do homem capitalista que vem tratar do assunto. Um texto de Brecht tão atual todas as questões deste tempo já já estavam, haverá boas almas? Poderemos nós encontrar boas almas, ou somos feitos dos dois lados!

Texto Bertolt Brecht, Tradução António Sousa Ribeiro, Encenação Peter Kleinert, Interpretação Beatriz Godinho, Érica Rodrigues, Inês Garrido, João Tempera, Miguel Raposo, Pedro Melo Alves, Rita Cabaço e Tomás Alves, Direcção musical Pedro Melo Alves, Cenografia Céline Demars,Figurinos Ana Paula Rocha, Desenho de luz Guilherme Frazão, Som Miguel Laureano,Assistência de encenação Aziza Hecht, Assistência de figurinos Carolina Furtado,Estagiário, Henrique Gomes

A Boa Alma de Sé-Chuão, da Companhia de Teatro de Almada, está no teatro Joaquim Benite, em Almada e fica de quinta a sábado às 9 da noite, quartas e domingos às 4 da tarde ainda até 11 de novembro.

fonte
José Carlos Barreto in TSF - Fila J , 22 Out 2018
mostrar mais
Close
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker