36º Festival AlmadaCriaçõesEspectáculos portugueses

SE ISTO É UM HOMEM

de Primo Levi | Dramaturgia e encenação de Rogério de Carvalho

Companhia de Teatro de Almada (Almada, Portugal)
Apoio: Instituto Italiano de Cultura de Lisboa

TRADUÇÃO
Simonetta Neto
INTERPRETAÇÃO
Cláudio da Silva
CENOGRAFIA
Manuel Graça Dias
Egas José Vieira
VOZ-OFF
Blanca Portillo
DESENHO DE LUZ
Guilherme Frazão
SOM
Miguel Laureano
EXECUÇÃO DE PINTURA DE CENA
Diogo Costa

 

DURAÇÃO
1h25
CLASSIFICAÇÃO
M/12

Testemunho de um sobrevivente do Holocausto, expôs, à saída da máquina concentracionária de extermínio nazi, com a secura de quem se limitou a descrever a humanidade no seu pior, o horror inexcedível das relações de poder entre vítimas. Dedicado aos carrascos que foram todos os que, pelo silêncio cobarde e pela indiferença dormente, compactuaram com o genocídio de seis milhões de judeus, o texto põe à consideração destes se «quem sem cabelos e sem nome», nem já «força para recordar» é um homem ou uma mulher. Depois de o actor inglês Antony Sher e de o dramaturgista sueco Lars Norén o terem feito nos seus países, trata-se da primeira adaptação portuguesa deste texto – e a sua estreia absoluta em Portugal, no ano em que se assinala o centenário do nascimento de Primo Levi (1919-1987).

Rogério de Carvalho (n. 1936) é alguém cujos modos de pensar a encenação teatral e o lugar do texto no teatro não páram de se reinventar. V indo de Angola nos anos de 1950, encontrou no teatro um refúgio durante o Estado Novo, e o teatro encontrou nele um pedagogo, cujo trabalho, de grande sensibilidade e contenção, inovou as práticas teatrais em Portugal. Distinguido pela crítica (com Tio Vânia, em 1980) e pelo Ministério da Cultura (Prémio Almada, 2 001), assinou já para a Companhia de Teatro de Almada encenações de textos de Molière, Strindberg, Racine, Pinter, Tchecov, Barker, O’Neill, entre outros.


This text is a testament of a Holocaust survivor and exposes the horror of power relations between victims in the Nazi extermination machine. It is dedicated to all executioners who agreed with the genocide of six million Jews through cowardly silence and numb indifference. This is the first Portuguese adaptation of the text and marks the centennial year celebration of Primo Levi’s birth.


ALMADA

Teatro Municipal Joaquim Benite – Sala Experimental

SEX 05

SÁB 06

21h30

16h00

SEG 08

TER 09

QUA 10

QUI 11

SEX 12

18h30

21h30

18h30

21h30

18h30

SEG 15

TER 16

QUA 17

QUI 18

21h30

18h30

21h30

18h30


tags
mostrar mais
Back to top button
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker