35º Festival AlmadaEspectáculos estrangeiros

PHILIP SEYMOUR HOFFMAN, PAR EXEMPLE
Philip Seymour Hoffman, por exemplo

Texto de Rafael Spregelburd | Encenação colectiva

INTERPRETAÇÃO:
Bernard Breuse
Miguel Decleire
Manon Joannotéguy
Stéphane Olivier
Mélanie Zucconi
TRADUÇÃO FRANCESA:
Daniel Loayza
DIRECÇÃO DE CENA:
Fred Op de Beeck
CENOGRAFIA E FIGURINOS:
Marie Szersnovicz
DESENHO DE LUZ:
Giacomo Gorini
DESENHO DE SOM:
Jean-François Lejeune
VÍDEO:
Arié Van Egmond
PRODUÇÃO:
Brigitte Neervoort
ASSIST. DE ENCENAÇÃO:
Judith Ribardière
DIRECÇÃO DE PALCO:
Didier Rodot
LÍNGUA:
Francês
legendado em português
DURAÇÃO:
2h15
CLASSIFICAÇÃO:
M/12

Opúblico do Festival de Almada já conhece Rafael Spregelburd de peças como A estupidez: no universo do dramaturgo argentino abundam as histórias paralelas, bem como personagens que, à partida, nunca se deveriam ter encontrado. Também neste texto, escrito de propósito para o colectivo Transquinquennal, os 45 papéis desempenhados pelos versatilíssimos cinco actores belgas alteram-se constantemente. E o que tem o célebre actor americano que ver com tudo isto? Directamente, nada. Mas numa das histórias do espectáculo especula-se, por exemplo, sobre como seria se os produtores do filme que Hoffman gravava quando se suicidou, em 2014, decidissem terminar a obra recorrendo a um avatar 3D do actor. Há quem chame a Philip Seymour Hoffman, por exemplo uma peça esquizofrénica, e quem encontre amargura no seu humor: a revista Théâtre et danse considerou-a “uma comédia feroz”.

A companhia belga Transquinquennal, que desde 1989 já estreou 44 espectáculos, é composta por Bernard Breuse, Stéphane Olivier, Miguel Decleire e Brigitte Neervoort — e anunciou o seu fim para o dia 1 de Janeiro de 2023. Os próprios dizem que não têm encenador, e que funcionam como uma hidra de quatro cabeças.


Despite its title, Philip Seymour Hoffman, for example is not about the life or the work of the famous American actor. Rafael Spregelburd wrote a play about celebrity, identity and idolatry. Five actors play the whole 45 roles, telling us three main stories. One of these plots speculates about the creation of a 3D-avatar of Hoffman in order to conclude the film he was making when he committed suicide.


ALMADA

ESCOLA D. ANTÓNIO DA COSTA
Palco Grande

TER 10

22h00


TRANSQUINQUENNAL (Bruxelas / Bélgica)
Co-produção: Kunstenfestivaldesarts e Théâtre Varia, Théâtre de Namur, Théâtre de Liège e Mars – Mons arts de la scène | Colaboração: Centre des Arts Scéniques Apoio: Fédération Wallonie-Bruxelles, Wallonie-Bruxelles International


tags
mostrar mais
Close
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker