recortes

Começam as comemorações dos 100 anos do escritor Primo Levi

in Comunidade Cultura e Arte, 5 Julho 2019 notícia online

Começam em Lisboa as comemorações do centenário do nascimento do escritor Primo Levi (sabes mais do autor por aqui) nascido a 31 de Julho de 1919 em Turim, com o primeiro de uma série de iniciativas que o Instituto Italiano de Cultura de Lisboa e o prestigiado Festival de Teatro de Almada quiseram dedicar à memória de um dos maiores autores italianos do século XX, cujo ensinamento representa hoje um ponto de referência fundamental para a nossa sociedade.

De facto, no âmbito da 36ª Edição do Festival terá lugar um ciclo dedicado ao escritor turinês, testemunha da Shoah, que começa na Sexta-feira, dia 5 de Julho com a estreia no Teatro Municipale Joaquim Benite do espetáculo teatral “Se isto é um homem”, relato da terrível experiência que o Levi viveu no campo de extermínio nazi, encenado pela Companhia de Teatro de Almada e que, após a etapa do Festival, estará em digressão pelo país até ao final do ano com outras interessantes iniciativas.

Para a abertura do Ciclo, o Instituto Italiano de Cultura também convidou o Prof. Fabio Levi, docente de História Contemporânea no Departamento de Estudos Históricos da Universidade de Turim e diretor do Centro Internazionale di Studi Primo Levi, que no dia 9 de Julho apresentará na sede do IIC o documentário “Primo ufficio dell’uomo: I mestieri di Primo Levi”, realizado com o objetivo de repensar, através da experiência e das obras de Primo Levi, um tema crucial do nosso presente: o papel do trabalho na vida de cada indivíduo e dentro da sociedade em geral. A narração é constantemente enriquecida pelo uso de entrevistas de televisão e rádio, imagens fotográficas de repertório, breves textos, fragmentos de rádio-dramas e atos únicos realizados a partir das suas obras, percorrendo as etapas principais da formação de Levi e da sua atividade de escritor e de químico.

Além disso, no Sábado, dia 13 de Julho terá lugar o Colóquio “As palavras e o mundo na herança de Primo Levi” no qual participarão estudiosos italianos e portugueses, entre os quais o filólogo e crítico literário Giovanni Tesio, autor da última grande entrevista feita a Levi no ano do seu desaparecimento e publicada no livro “Primo Levi – Io che vi parlo – Conversazione con Giovanni Tesio” (Einaudi, 2016). Por parte italiana estará presente também a Prof.ª Martina Mengoni, filóloga e especialista de literatura italiana do século XX e, em espacial, da obra de Primo Levi.

Por parte portuguesa intervirão os professores António Martins e Ricardo Presumido, especialistas de história do Holocausto, o encenador Rogério de Carvalho, responsável da dramaturgia de “Se isto é um homem” e Esther Mucznik, vice-presidente da Comunidade Israelita de Lisboa e especialista de História e Cultura judaica.

Por fim, o Instituto Italiano de Cultura está a programar até ao final do ano a Exposição “I mondi di Primo Levi. Una strenua chiarezza”, realizada pelo Centro Internazionale di Studi Primo Levi de Turim, que percorre a pluralidade de experiências e de interesses que caraterizaram a vida e a obra do escritor turinês: da formação científica à deportação, da química enquanto ofício ao ofício de escrever.

mostrar mais
Back to top button
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker