36º Festival AlmadaEspectáculos portugueses

QUINZE BAILARINOS E TEMPO INCERTO

de João Penalva e Rui Lopes Graça

COMPANHIA NACIONAL DE BAILADO (Portugal)
Direcção artística: Sofia Campos

DIRECÇÃO, CENÁRIO E FIGURINOS
João Penalva
COREOGRAFIA
Rui Lopes Graça
ESPAÇO SONORO
David Cunningham
(com Zhuomin Chan e Michael Scot)
DESENHO DE LUZ
Nuno Meira
INTERPRETAÇÃO
Bailarinos da Companhia
Nacional de Bailado
Uma Produção
Companhia Nacional
de Bailado

 

DURAÇÃO
1h00
CLASSIFICAÇÃO
M/6

Apeça procura estimular a relação individual do espectador com a presença em palco de quinze bailarinos associados temporariamente a um cenário, luz e som, mas sem o fio condutor de uma narrativa. Assim, será o espaço sonoro concebido por David Cunningham a induzir o espectador a percorrer múltiplos caminhos. O trabalho coreográfico confronta-o com os limites da sua imaginação mas também com a liberdade não convencional de poder escolher caminhos únicos que serão sempre validados pelas experiências e memórias individuais.

João Penalva (n. 1949) estudou dança com David Boswell e Anna Ivanova, no Teatro Nacional de São Carlos, formação que continuou na London School of Contemporary Dance. Nos anos 70, foi bailarino das companhias de Pina Bausch, Gerhard Bohner e Jean Pomares. Estudou também artes plásticas em Londres, vindo a representar Portugal na Bienal de V eneza (2001) e na Bienal de São Paulo (1996). A sua obra plástica foi já exibida em numerosos e importantes museus e galerias de arte contemporânea do Mundo.

Rui Lopes Graça (n. 1965) foi bolseiro da Escola do Ballet Gulbenkian e do Centro de Formação Profissional da Companhia Nacional de Bailado, cujo elenco integrou em 1985, tornandose seu bailarino solista em 1996. Como coreógrafo, tem trabalhado com várias companhias, portuguesas e estrangeiras, e o seu trabalho tem sido apresentado em vários países.


Fifteen dancers and changeable tempo seeks to stimulate the individual relationship of each spectator with the presence of fifteen dancers on stage, who are temporarily bound to a specific set, sound and lighting, without the guidance of a consolidated narrative. It is the soundscape conceived by David Cunningham that induces the spectator to tread down multiple individual paths.


ALMADA

Teatro Municipal Joaquim Benite . Sala Principal

QUA 17

QUI 18

21h30

19h00



tags
mostrar mais
Back to top button
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker