Produção: Companhia de Teatro de Almada

As aventuras de Guinhol

Qual é coisa qual é ela, capaz de ser amável, valente ou medrosa consoante quem tem pela frente? Nada mais do que Guinhol, o herói da nossa história. Inspirando-se na tradição do teatro de fantoches francês do século XIX, Teresa Gafeira conta-nos, com esta peça, as aventuras de Guinhol, o criado de Emílio, que é uma espécie de cientista obcecado com a ideia de criar um ser belo e submisso. Só que a experiência corre-lhe mal e, em vez de um criado obediente, o cientista cria um monstro! Para complicar tudo ainda mais um pedacinho, esta criatura rapta Amélia, que estava noiva do pobre Emílio. Esperto como o alho, Guinhol surge para ajudar o noivo-sem-noiva a encontrar o infame raptor e libertar Amélia. Será que poderemos contar com um final feliz? E que monstro tão peludo será este, que rapta donzelas sem se preocupar com casamentos marcados? A máquina escanifobética do inventor Emílio é bem capaz de esconder algum segredo – e ninguém melhor do que os espectadores de palmo e meio para descobri-lo!

a partir do texto tradicional francês
encenação e adaptação de Teresa Gafeira

Intérpretes: Anabela Ribeiro, Bernardo Souto, Isac Graça, Nuno Fonseca e Vera Santana
Assistência de encenação: Paulo Mendes
Desenho de luz: JCN
Cenografia e figurinos: Maria Guiomar

Produção: Companhia de Teatro de Almada

07 e 08 ABRIL, 2018
Sábado às 16h | Domingo às 11h e às 16h
SALA EXPERIMENTAL | M/3 | DURAÇÃO: 50 MIN

veja também

Verdi que te quero Verdi

Verdi que te quero Verdi

17 e 18 NOVEMBRO, 2018 | SALA EXPERIMENTAL