35º Festival AlmadaEspectáculos estrangeiros

BIGRE – mélo burlesque
Apre – melodrama burlesco

Pierre Guillois | Co-escrito por Agathe L’Huillier e Olivier Martin-Salvan

INTÉRPRETES:
Bruno Fleury
Eleonore Auzou-Connes
Jonathan Pinto-Rocha
ASSIST. ARTÍSTICA:
Robin Causse
SOM:
Roland Auffret
Loïc Le Cadre
LUZ:
Marie-Hélène Pinon
David Carreira
CENÁRIO:
Laura Léonard
FIGURINOS:
Axel Aust
CABELOS E MAQUILHAGEM:
Catherine Saint-Sever
EFEITOS ESPECIAIS:
Abdul Alafrez
Ludovic Perché
Judith Dubois
Guillaume Junot

 

DURAÇÃO:
1h25
CLASSIFICAÇÃO:
M/12

No ano passado o público escolheu como Espectáculo de Honra 2018 a peça Apre – melodrama burlesco, que abrirá de novo o Festival de Almada, no Palco Grande. Será a última oportunidade para visitarmos estes três habitantes de um prédio suburbano, que pautam as suas existências mais ou menos apagadas com episódios bem inesperados e caricatos, capazes de nos arrancarem irresistíveis gargalhadas. Apre estreou há quatro anos e ainda está em digressão, provocando o riso nas plateias das dezenas de cidades por onde já passou. No ano passado recebeu o Prémio Molière para Melhor Comédia, considerando o Le Monde que o riso que este espectáculo desperta “tem um cariz particular: traz consigo uma emoção que não se apaga com o final da peça”. De facto, sem precisar de palavras, Apre não se limita a fazer-nos rir durante hora e meia – é também capaz, a espaços, de comover-nos.

Autor, actor e encenador, Pierre Guillois foi artista associado da Scène Nationale de Brest entre 2011 e 2014, director do Théâtre du Peuple de Bussang entre 2005 e 2011, e artista associado do Centre Dramatique de Colmar entre 2001 e 2004. Alternando o seu percurso entre o teatro e a ópera, tem dirigido textos de Remi De Vos, Alfred Jarry, Maurice Maeterlinck, entre outros.


Last year, Bigre was voted by the audience to come back on this edition of Festival de Almada. Therefore, the French company Le Fils du Grand Réseau presents for the second time a show without spoken text that mixes comedy with melodrama. Bringing together three odd neighbours as protagonists, and their tiny apartments as set, Bigre won the Molière Prize for Best Comedy.


ALMADA

ESCOLA D. ANTÓNIO DA COSTA
Palco Grande

QUA 04

22h00


COMPAGNIE LE FILS DU GRAND RÉSEAU | Brest (França)
Co-produção: Le Quartz, Scène nationale de Brest / Le Théâtre de L’Union – Limoges, Centre Dramatique National du Limousin / Le Théâtre de la Croix Rousse – Lyon | Apoio: Lilas en scène, Centre d’échange et de création des arts de la scène | A companhia é subvencionada pelo Ministério da Cultura – DRAC da Bretanha


tags
mostrar mais
Close
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker